.
Publicidade
PLANTÃO PIRAPEMAS.COM

Por não cumprir metas do Ministério, secretária de saúde de Coroatá fica de fora de premiação

31/10/2014 | 14:43

A Secretaria Municipal de Saúde de Coroatá - SEMUS, simplesmente ficou de fora de uma das maiores premiações que acontecem em todo os país voltada aos secretários que cumprem todas as metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde - MS.

Uma curiosidade é que a prefeita da cidade é nada mais, nada menos do que esposa do atual secretário de estado de Saúde, Ricardo Murad, e nem mesmo recebendo milhões todos os meses, consegue se destacar e oferecer uma saúde pública de qualidade para os munícipes, mais uma vergonha para a incompetente prefeita Teresa Murad (PMDB).

Veja a matéria da premiação.



O Hotel Luzeiros, na Ponta d’ Areia servirá de palco para a primeira edição do troféu “The Best Saúde Maranhão”, um dos mais concorridos eventos voltados para a área médica já realizado no Estado.

Idealizado pela equipe da Revista Saúde News, especializada em divulgar assuntos da área de saúde há 08 (oito) anos e com circulação em todo Norte/Nordeste, o evento tem o objetivo de evidenciar o reconhecimento do serviço prestado pelos homenageados à sociedade maranhense.

Além dos médicos de diversas especialidades que atuam na capital maranhense, também estarão sendo homenageados os Secretários Municipais de Saúde que conseguiram alcançar, em várias áreas, as metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde.

Vale ressaltar que o critério usado para relacionar os municípios homenageados, teve como base os indicadores repassados pelo Conselho Municipal de Secretários Municipais de Saúde do Maranhão – COSEMS e Coordenadores de CIR – nas áreas de Saúde da Família, Saúde Bucal, Saúde na Escola, Saúde Mental, Farmácia Básica, Metas Vacinais e Compartilhamento dos Agentes Comunitários de Saúde .

Ao longo da semana, estaremos dando ênfase ao trabalho de todos os secretários homenageados, assim como a relação dos médicos contemplados. Neste primeiro momento, evidenciaremos o porquê da Secretaria Municipal de São Luís, sob o comando da médica Helena Duailibe, ter sido uma das agraciadas.

Veja abaixo a lista dos secretários que serão homenageados:

01 – O secretário do município de Tuntum – Antônio Marcos Carvalho Dias
02 – Secretaria do município de São João dos Patos – Ana Lígia Miranda Almeida Coelho
03 – Secretaria do Município de Paraibano – Lucimar Sá da Silva
04 – Secretaria do Município de Alto Alegre do Maranhão – Iolete Soares Arruda
05 – Secretário do Município de Dom Pedro – Sandro Monteiro
06 – Secretaria do Município de Lago do Mato – Sancleide Lima Brito
07 – Secretário Municipal de Codó – Ricardo Torres
08 – Secretário Municipal de Pinheiro – Fábio Silva Nascimento
09 – Secretária Municipal de São João do Sóter – Maria do Carmo Cavalcante Lacerda
10 – Secretário Municipal de Matões – Raimundo Nonato Medeiros de Carvalho
11 – Secretária Municipal de Estreito – Sirlen Campos
12 – Secretário Municipal de São João Batista – Carlos Figueiredo
13 – Secretario Municipal de Primeira Cruz – Aristeu Marques de Almeida
14 – Secretária de Saúde de Imperatriz – Conceição de Maria Soares Madeira
15 – Secretário de Saúde de Matões – Raimundo Nonato Medeiros de Carvalho
16 – Secretário de Saúde de Santa Quitéria – Odair José Oliveira Costa
17 – Secretário de Saúde de Mata Roma – Gustavo Adriano Matos Correia
18 – Secretária de Saúde de Paulino Neves – Angelica Maria Barros de Santana Araújo
19 – Secretária de Saúde de São José de Ribamar – Dalila de Nazaré Vasconcelos dos Santos
20 – Secretário de Saúde Buriticupu – Elias Rocha
21 – Secretário de Saúde de São Pedro d’ Água Branca – Francisco Taveira Peixoto
22 – Secretário de Saúde de Alcântara – Raimundo Fernandes Cunha
23 – Secretário de Saúde de Barra do Corda – Alexandre Miranda Leite
24 – Secretaria de Saúde de Porto Franco – Solange Camargo Bandeira da Silveira
25 – Secretário Municipal de Caxias - Domingos Vinicius de Araujo Santos

(Blog Coroatá de Verdade)

Sobram mulheres no RJ, DF e PE, segundo o IBGE

Média nacional é de 96 homens para cada 100 mulheres, diz IBGEEllan Lustosa/30.10.2014/Futura Press/Estadão Conteúdo

Está sobrando mulher no Rio de Janeiro, Distrito Federal e Pernambuco. Esses três Estados puxam a fila de unidades da federação onde elas são maioria em relação aos homens. Por outro lado, na região Norte toda e no Mato Grosso, eles são a maior parte da população e sobra homem.

As informações constam da publicaçãoEstatísticas de Gênero 2014 - Uma análise dos resultados do Censo Demográfico 2010, divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta sexta-feira (31).

Entre os cariocas, por exemplo, há 91,2 homens para cada 100 mulheres — portanto, mais de uma pessoa do sexo feminino para cada uma do masculino. No Distrito Federal, a relação é pouco maior: 91,6 homens para cada 100 mulheres. Já em Pernambuco, são 92,7 homens para as mesmas 100 mulheres.

A média nacional é de 96 homens para cada 100 mulheres. Em São Paulo, há 94,8 pessoas do sexo masculino para cada 100 do feminino. Em Minas Gerais, são 96,9 homens para as 100 mulheres — portanto, acima da média nacional.

Esses dados só são possíveis graças ao cálculo da razão de sexo, que consiste na relação entre a quantidade de homens para cada grupo de 100 mulheres na população.

Para os homens mais animados, no entanto, o instituto informa que “valores inferiores a 100,0 na razão de sexo, ou seja, quando há maioria de mulheres na população, estão relacionados principalmente com o envelhecimento da população ou com o diferencial por sexo na migração”.

Norte e Mato Grosso

Todos os sete Estados da região Norte possuem mais homens que mulheres. A maior taxa da região pertence a Rondônia, onde há 103,6 homens para 100 mulheres. No Amazonas, são 101,3 homens para cada 100 mulheres.

Apesar disso, nenhuma unidade da federação tem mais homens que o Mato Grosso. São 104,3 pessoas do sexo masculino para cada 100 do sexo oposto.


(Portal R7)

Maranhão é destaque de fome e miséria na imprensa nacional


Sem merenda escolar crianças têm queda no rendimento escolar. Crédito: Reprodução TV/Mirante

O Maranhão foi destaque mais uma vez em rede nacional sobre a má qualidade do ensino e precariedades das escolas públicas, principalmente no interior do estado. Segundo reportagem exibida no telejornal Bom Dia Brasil da Rede Globo, desta sexta-feira (31), alunos do município de Bom Jardim, a 277km de São Luís, estão sendo liberados mais cedo devido a falta de merenda escolar, deixando os alunos com fome e afetando o rendimento escolar. A reportagem mostrou ainda escolas sucateadas e sem condições de receber os estudantes. Outra denuncia grave apresentada pela reportagem foi a falta de banheiro nas escolas, obrigando os estudantes e professores a usarem terrenos próximo as instituições, que muitas vezes ainda são feitas de barro e sem energia elétrica.

“É necessário sair mais cedo por conta da falta de alimentação na escola e o trabalho fica prejudicado”, afirmou um professor à reportagem. Já a mãe de um aluno, reclamou da falta de merenda escolar “Se eu não tiver dinheiro para dar para ele comprar um lanche, eu não trago ele para a escola, porque do jeito que as coisas estão não tem jeito”.


Diante das péssimas condições das escolas alunos saem mais cedo. Crédito foto: Reprodução TV/Mirante.

A Promotoria de Justiça de Bom Jardim, após receber diversas denúncias, já havia ingressado, no início desse ano com uma Ação Pública com pedido de Liminar cobrando a regularização do fornecimento de merenda escolar. De acordo com as denuncias recebidas pelo Conselho Tutelar da cidade, várias escolas já estariam sem merenda escolar, o que levou na época à diminuição em uma hora diária na carga horária dos estudantes. A assessoria do município afirmou não possuir atualmente recurso para regularizar a situação da falta de merenda escolas nas escolas da cidade.

Condições precárias em escolas e creches, além da miséria nas cidades no interior do estado têm sido mostradas constantemente na imprensa nacional. E parece que pouca coisa mudou durante os anos. Segundo o estudo Escolas Esquecidas, pesquisa realizada pelo Instituto CNA, ligado à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, o país possui 508 escolas rurais que não possuem condições de infraestrutura e baixa aprovação de alunos. Só no maranhão, segundo a pesquisa, 22 escolas possuem péssimas condições como falta de salas, cadeiras, e falta de merenda escolar o que eleva o número de estudantes que decidem abandonar os estudos.

O Fantástico chegou a noticiar no inicio desse ano algumas dessas escolas no município de Codó, a 297km de São Luís. A reportagem da revista eletrônica apurou as péssimas condições das escolas no município que são construídas em chão de areia e paredes de barros e não possuem banheiros, mesas, cadeiras e quadros, além de cozinha e consequentemente falta merenda escolar na maioria das escolas.

Outro município que foi destaque na imprensa nacional foi Belágua, a 283km da capital, após ser considerada cidade com maior quantidade de votos proporcionais para a então candidata a presidência Dilma Roussef, nas eleições desse ano (quase 94% dos votos dos 3.558 votos no segundo turno). O município que segundo pesquisa realizada pelo IBGE em dezembro do ano passado, saltou mais de mil posições no ranking de cidades por PIB per capita, ainda convive com a pobreza e a miséria da grande maioria dos moradores da região, que tiram seu sustento principalmente de programas de assistência social do governo federal e venda da farinha de mandioca.

Pelos dados do governo federal, Belágua está entre os 10 municípios com a maior quantidade de pessoas que recebem o Bolsa Família, com 96% dos moradores cadastrado no programa do governo federal, ocupando o oitavo posto em nível nacional. São 1.814 famílias beneficiadas do total de 6.524. Segundo ainda pesquisa elaborada pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), 93% da população do município vive abaixo da linha da miséria (em regra, a marca é de 70 reais).

(O Imparcial Online)

'Se perder concurso volto pro Ceará e bebo só cachaça', diz Renata Alves


Renata Alves (Foto: Mia Vargas/Divulgação)
Renata Alves (Foto: Mia Vargas/Divulgação)
A Miss Bumbum Renata Alves, representante do Ceará que está em terceiro lugar na votação online do concurso, fez uma promessa nesta sexta-feira, 31. "Eu não vou me conformar com o terceiro lugar, quero vencer o concurso. Se eu perder para Indianara Carvalho, aquela 'muriçoca de tanga', prometo que volto pro Ceará e ainda bebo só cachaça!", afirmou ela. A votação online termina nesta sexta, 31.

Renata se disse surpresa com as declarações da Miss Tocantins sobre compra de concurso. Lívia Lemos admitiu ter contratado uma equipe para votar nela e foi desclassificada do concurso.

"O Miss Bumbum é um concurso com voto do povo! Que mutreta é essa de ficar pagando gente pra votar? Assim e fácil. Eu não pago ninguém, gosta de mim que gosta e pronto!", opina Renata. "Ela deveria ter investido esses R$ 15 mil no corpo e na cara dela pra ver se ajudava, poque ai poderia ter mais chances. A situação ali é crítica só com voto comprado mesmo!", alfineta.

A final do concurso Miss Bumbum acontece no próximo dia 17 de novembro, em São Paulo.

Renata Alves, Miss Bumbum Ceará (Foto: Mia Vargas/Divulgação)Renata Alves, Miss Bumbum Ceará (Foto: Mia Vargas/Divulgação)

Renata Alves, Miss Bumbum Ceará (Foto: Mia Vargas/Divulgação)Renata Alves, Miss Bumbum Ceará (Foto: Mia Vargas/Divulgação)

(EGO)

Campanha de doação de sangue promovida pela SEMUS supera expectativas e arrecada 115 bolsas de sangue

Ednar e Graça doando sangue (Reprodução/Facebook - WhatsApp)
Ednar e Graça doando sangue (Reprodução / Facebook - WhatsApp)




A secretaria municipal de Saúde por meio do HEMOMAR em parceria com igreja Adventista do Sétimo Dia realizaram durante os dias 23 e 24 a campanha de doação de sangue "Vida Por Vidas".

O resultado da campanha foi divulgado pela SEMUS nesta quinta-feira, 30/10, e o resultado foi um sucesso. Com a participação de doadores de Pirapemas e cidades vizinhas, a meta estipulada para o município foi alcançada, foram coletadas 115 bolsas de sangue, quando a meta inicial era coletar 100 bolsas.

Durante a triagem de doadores, a SEMUS obedecendo as normas nacionais e internacionais identificou que 70 pessoas que compareceram ao posto de saúde Bacelar Viana não poderiam doar sangue. O alto rigor no cumprimento dessas normas visa oferecer segurança e proteção ao receptor e ao doador.

Nono dígito será adotado por números de celulares do Maranhão a partir deste domingo

30/10/2014 | 21:42


Todos os números de celulares no Maranhão ganharão o número ‘9’ à esquerda a partir deste domingo (2). Com isso, todas as combinações numéricas particulares em cada celular passarão a ter nove números e não mais oito. Com isso o formato passará a ser 9xxxx-xxxx. Além disso, outros estados do Norte devem aderir a essa mudança também.

Essa é a solução encontrada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), por conta do esgotamento de novas combinações numéricas.

No período de 2 a 11 de novembro, discagens feitas com apenas oito dígitos ainda serão completadas normalmente, para adaptação das redes e dos usuários. Todos que forem fazer uma ligação para um celular, seja de um telefone fixo ou móvel, deverá acrescentar o dígito 9 antes do número antigo. A partir do dia 12 de novembro, os usuários que esquecerem de incluir o número 9 ouvirão uma mensagem indicando a mudança. Deste dia em diante, as ligações podem ser completadas ou não, dependendo do critério adotado por cada uma das operadoras.

Além do Maranhão, os estados do Amapá, Amazonas, Pará e Roraima também ganharão dígito a mais. A alteração já aconteceu nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. A expansão para o restante do país, também, tem como objetivo padronizar as discagens para telefonia móvel e para a ativação de mais linhas em regiões com muitos habitantes.


(O Imparcial Online)
 
Copyright © 2010 - 2014. Pirapemas.com | Credibilidade em notícias - Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido por JM Informática